Novidades

Atualizações relevantes de todo o mundo.

Voltar

Dolby trabalha com MediaInfo para habilitar o gerenciamento de mídia de código aberto

Dolby trabalha com MediaInfo para habilitar o gerenciamento de mídia de código aberto

James Cowdery

“Dados sem ordem são apenas ruídos. Se você já teve que recuperar áudio ou vídeo de um arquivo sem as informações de formato, você sabe exatamente o que quero dizer. Software obsoleto, sistemas não documentados ou simples perda de dados podem levar a horas de análise e experimentação. E, em todos os negócios, tempo é dinheiro.

É por isso que a MediaInfo está em alta. Dado um arquivo de mídia, a MediaInfo analisará o conteúdo, fornecendo informações valiosas sobre formatos, containers, codecs, bitrate e metadados associados, entre os muitos detalhes que os containers de mídia modernos podem ter. Essas informações podem ser apresentadas de forma legível ou em formas que podem ser usadas por outras ferramentas para processar os dados fornecidos. Não é à toa que essa ferramenta se tornou uma base para profissionais que lidam com diversos tipos de conteúdo.

A MediaInfo possui dois atributos notáveis: é administrada por uma pequena equipe de seis pessoas e é aberta. Qualquer pessoa pode usá-la e contribuir para isso. A MediaInfo vem caminhando há décadas, crescendo para incluir novos formatos, à medida que se tornam disponíveis e a demanda por eles cresce. Foi muito legal que a ferramenta já tivesse um suporte existente para os codecs Dolby Digital, Dolby Digital Plus e Dolby E, que foram adicionados independentemente de nós. Quando vimos isso, quisemos trabalhar com a MediaInfo para tornar o suporte o mais compreensível possível.

Encontro de mentes

Nosso envolvimento com a MediaInfo começou quando conhecemos o chefe dos desenvolvedores, Jérôme Martinez, no IBC, há alguns anos. Dissemos a ele que gostaríamos de ajudar a expandir o manuseio de formatos Dolby, tanto para áudio quanto vídeo, incluindo Dolby Atmos e Dolby Vision. Passamos cerca de um ano nesse projeto e todos os envolvidos ficaram muito felizes com os resultados. Também oferecemos suporte para a evolução mais recente em nossos codecs de áudio, o Dolby AC-4.

Vantagens

Algumas pessoas me perguntam por que apoiamos um software independente que permite que as pessoas usem nossos codecs. Simples. Recebemos mais suporte para nossos formatos – e todos os que utilizam a MediaInfo em seu trabalho ou como parte de um produto maior podem obter suporte do Dolby AC-4 gratuito e de alta qualidade sem complicações.

O fluxo de trabalho era direto. Dissemos em quais partes dos padrões gostaríamos de nos concentrar e fornecemos o suporte necessário, sem escrever o código, incluindo materiais de teste para verificar se a MediaInfo estava lidando com o formato corretamente. Alocamos algumas semanas do tempo de um engenheiro para realmente executar o suporte do Dolby AC-4, verificar todos os conceitos inovadores, como múltiplas apresentações e resolver todos os problemas.

Estava longe, porém, de ser uma conversa unilateral. Ao ouvir o feedback dos desenvolvedores, aprendemos como aperfeiçoar os padrões para melhor alinhá-los com os requisitos do mundo real – um ciclo virtuoso. Para nós – e nossos usuários – para obtermos o máximo da MediaInfo, sabíamos que tínhamos que nos comprometer com isso.

E nós fizemos. Nós realmente investimos na qualidade da ferramenta. Afinal, poderíamos fazer um trabalho vital que teríamos que trabalhar muito para replicar por conta própria. Esta foi e ainda é uma colaboração realmente boa, produtiva e eficaz, que beneficia toda a indústria.

Certamente continuaremos com essa abordagem de código aberto no futuro, assim como com novos formatos como ADM BWF, o Audio Definition Model (ITU-R Rec. BS.2076). Esse é um formato master file usado para fornecer áudio imersivo de última geração de uma empresa de pós-produção para uma emissora ou serviço de streaming. Uma ferramenta de padrão industrial como a MediaInfo tornava muito mais fácil para as pessoas envolvidas nesse processo a encontrar, identificar e comunicar problemas de upstream e downstream. Agora, sabemos a melhor maneira de fornecer esse recurso.

Colaboração aberta, padrões abertos e ferramentas abertas combinam tão bem que podemos continuar com nosso trabalho, que é inovar e permitir novos usos da mídia digital para fornecer experiências atraentes.”

Links relevantes:
https://github.com/DolbyLaboratories
https://MediaArea.net/en/MediaInfo

Voltar

Outras novidades